quinta-feira, 21 de janeiro de 2010



Na esperança do brilho nos teus olhos eu ver
Muitas madrugadas fiquei sem adormecer...
Debrucei-me na janela a contemplar
Seu corpo nu mais que perfeito e sedutor
E antes que eu percebesse você me dominou.
Com teus pés de princesa nas sandálias
Nas tuas nádegas a redondeza da lua descobri
E quão formosas coxas nuas vi.
Teu umbigo, teus cabelos longos Ébano
A magia e o mistério do seu divino ou profano.
Em curvas por caminhos incógnitos desfaleci
No calor do teu sol em prazeres ardi.
Quão aprazível és, ó amor em delícias!
Quantos segredos guardados em forma de caricias...
Relutante entreguei meu coração entre lagrimas caindo
Ah! Este amor doente me destruindo...

3 comentários:

  1. Amo...Phil Collins...um grande baterista...compositor...e cantor...
    beijo
    Ana Billet

    ResponderExcluir
  2. Lindissimo poema...muito sensual
    adorei.
    beijos
    sonhadora

    ResponderExcluir