segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Como posso não amar...
Estou sempre aqui a te afagar...
Não entendes...
Tento descobrir a cor do seu céu...
E o que me mostras é a tua cidade.
Perdi-te sem nunca te achar...
E dizes: foge?
Minha alegria, meu balsamo,
Meu amor profundo,
Minha tristeza e solidão...
Meu mundo?
Apenas meu doce amor...

Um comentário:

  1. Lindo poema.
    Obrigada pela visita e pelas palavras.

    beijos
    Sonhadora

    ResponderExcluir